segunda-feira, 24 de março de 2008

Crise da maior idade

Ando tão deprimido ultimamente! A minha vida está um lixo e isso inclui vida amorosa (que não existe), familiar (sem comentários) e espiritual (poderia estar pior?). Embora tenha conseguido o “emprego dos meus sonhos”, me sinto tão sozinho e desorientado.

Quando se está cursando o Ensino médio, ninguém se preocupa com o futuro e agora com a faculdade começo a me preocupar com a minha profissão, família, enfim, percebo que não tenho mais 14 anos.

Agora cresci, é difícil aceitar isso. Daqui a pouco vou ter 60 anos e estarei velho. Será que terei aproveitado bem a minha vida?

Fiquei três anos convivendo em período integral com as melhores pessoas do mundo e agora só me restam lembranças. Recordações de brincadeiras, conselhos, discussões e inúmeras outras coisas que sinto muita falta. A vida segue seu rumo, cada um foi pro seu lado, mas é impossível não ser influenciado por essa maior piração nostálgica que ando passando. Só que não é só isso.

Minha mãe me chamou de rebelde porque eu ando contestando algumas coisas que a minha igreja anda pregando. Será mesmo que cheguei a esse ponto? Lutero foi um rebelde por ter pregado, literalmente, aquilo que ele acreditava na porta da igreja? Jesus foi rebelde por ter feito maior muvuca quando viu o comércio dentro do templo?

Sabe, cada vez me afasto mais da instituição igreja. Uma confusão de idéias e maluquices que penso diariamente acaba abalando a minha fé. Isso não deveria acontecer. A situação está tão crítica que nem chocolate resolve mais. Pensava antes que comer um ou outro bombom me deixaria mais tranqüilo, mas atualmente nem uma caixa é capaz de tamanha façanha.

Espero que tudo isso passe logo. Espero me acostumar ficar longe dos meus amigos. Ficar longe seria não passar o dia todo com eles, pois é impossível me afastar completamente. E a vida continua, mesmo que eu tenha problemas, me sinta sozinho e queira desaparecer.

5 comentários:

Anônimo disse...

Com algumas diferenças, acho que eu estou passando por isso...é péssimo se sentir assim!

ps. A diferença é que eu não tenho o emprego dos meus sonhos! ahauhaua!

Thiago Rodrigo disse...

Acho que quase todo mundo passa por algo parecido.

Às vezes me sinto triste, pois ainda não consegui aquela independência financeira e ainda não achei a mulher da minha vida (embora acredite que ela esteja bem próxima de mim).

Enfim, entreguei tudo a Deus. As coisas ruins e as coisas boas também. Sei que no momento certo, no tempo dEle, tudo mudará (como já mudou algumas vezes na minha vida).

Confiança em Deus é o segredo.

Que Deus te abençoe, console e guie!

éden-san disse...

é, não é fácil essa fase... mas olha q legal: vc está meditando de uma maneira positiva pelas coisas q vc está passando. isso com certeza vai te trazer grandeza. outros preferem sair por aí fazendo besteira...

e sem querer te deixar mais confuso, mas já deixando: qto mais conhecimento vc tiver, qto mais vc estudar, mais questionamentos sobre religiões vão surgir. é normal. mas isso não quer dizer q vc irá deixar sua espiritualidade. talvez esses questionamentos até reforcem sua fé! (particularmente, isso não ocorreu comigo - rsrsrs)

parabéns pelo blog, gostei! espero q já já vc tenha postagens mais animadas pra publicar!

abraços.

Suzana Sotero disse...

Como o pessoal acima falou...todo mundo um dia passa por essas fases em que questionamentos e duvidas surgem e pensamos que não vamos sair desse abismo de tristeza...é muito ruim se sentir sozinho e a ausencia das pessoas que gostavamos tanto de ter ao nosso lado nos abala mesmo.
Mas...mais uma vez eu venho pra dizer que isso vai passar.
a esperança está vindo ao teu encontro! Deus te abençoe e traga paz ao teu coraçao e cuidado com a comilança dos chocolates rsrs..
bjos

Faculdade de Teologia disse...

O seu Blog está de Parabéns!

abs!